Sintomas de estresse em Cães

Em caninos, o estresse pode se manifestar na forma de padrões anormais de comportamento. Ele pode ter um efeito adverso sobre a saúde do animal. Atempada identificação e tratamento de sintomas de estresse é essencial para garantir que o animal permaneça saudável e feliz.

Assim como os humanos, os cães também podem experimentar o estresse quando são confrontados com situações difíceis. O estresse pode ser a causa subjacente de certos problemas de saúde em cães. Se eles passam despercebidos, podem ter sérias implicações psicológicas para o seu cão. Ele pode ser responsável por um comportamento cão inadequado e irregular. Como proprietário de um cão, é essencial que você aprenda sobre os fatores comuns que contribuem para o estresse em caninos.

Estressores para Caninos

Separação
Os cães são animais sociais. Uma vez que compartilham uma ligação forte com seus donos, eles podem mostrar um comportamento anormal ou irregular quando deixados sozinhos. Este comportamento errático poderia ser um sinal de ansiedade de separação. O comportamento anormal pode incluir a latir, urinar, defecar, escavação, ou mastigar. Se fechado, o cão afetado podem tentar escapar da área restrita. Tal comportamento poderia até resultar em auto-lesão. Essa condição afeta o cão fisicamente, assim como emocionalmente. A incidência de ansiedade de separação é alta no caso de cães que foram negligenciados ou abandonados por seus proprietários anteriores. Pode haver um início súbito de ansiedade se o cão sofre dum evento traumático, enquanto o proprietário estava ausente. Maus tratos pelos antigos proprietários ou treinadores também pode torná-los suscetíveis.

Introdução de um novo cachorro
A introdução de um novo animal de estimação em casa também pode despertar sentimentos de estresse no cão de idade. Os cães têm instintos territoriais. O velho cão instintivamente tenta defender sua casa. A introdução de um outro cão poderia desencadear o estresse, especialmente se os cães não foram apresentados um ao outro de uma maneira certa.

Interrupção na rotina
Cães são usados para sair para passeios e ter refeições em um determinado momento. É essencial que sua rotina diária não seja interrompida. É difícil para os caninos para se ajustar às mudanças. Os proprietários do cão devem pagar um monte de atenção quando eles estão se transferindo a um planejamento de férias. Presença de pessoas desconhecidas ou ausência do proprietário certamente pode causar estresse para o cão. Cães podem ficar estressados devido ao tédio. Eles precisam de jogar. A falta de exercício pode fazer com que fique estressado. Os níveis de estresse podem aumentar se o proprietário não gasta o tempo com o cão.

Outras causas
Cães também podem desenvolver ansiedade se eles estão com dor e desconforto devido a uma lesão ou uma doença. Os cães mais velhos que sofrem de uma doença podem tornar-se mais ligados  para o proprietário como sua dependência sobre os aumentos do proprietário. Eles podem desenvolver ansiedade se de deixado sozinho. O comportamento anormal que eles apresentam é a sua maneira de aliviar a tensão. Medo de ruídos altos ou qualquer fobia também poderiam ser fatores contribuintes.

Os sintomas

É extremamente essencial para determinar o que desencadeia o estresse. Aqui está uma lista de sintomas de estresse em cães e as medidas que podem ser tomadas para evitá-los.

Comportamento incomum: Se um cão está sob estresse, pode não seguir os comandos e não se concentrar no treinamento. Pode parecer calmo ou retirado e não pode mostrar resposta a mimos. Os cães afetados podem se recusar a comer. Eles podem apresentar um comportamento compulsivo.

Latidos excessivos ou Lamentar: Se um cão está estressado, pode latir ou lamentar demais. O latido pode continuar por um longo período de tempo sem qualquer razão especial e pode ficar bastante incômodo para os membros da família.

Arquejo: Cães geralmente calça se eles estão cansados de atividade física ou devido a sede. Mas se o seu cão tem sido excessivamente ofegante, mesmo que não está cansado ou com sede, que poderia ser um dos sinais de estresse no cão.

Tremores ou Tremendo: O medo também pode induzir estresse. Se o seu cão está tremendo ou tremores, pode estar se sentindo ameaçada. Quando assustados, os cães podem manter o rabo entre as pernas.

Inquietação: Agitação em cães pode ser um sintoma relacionada com o calor, especialmente em cães fêmeas. Cadelas no cio tendem a ficar cada vez mais inquietas devido às várias mudanças que ocorrem em seu corpo durante esse período. Isso também pode indicar que seu cão está estressado ou preocupado.

Comportamento destrutivo: A maioria dos cães tendem a entrar na mastigação destrutiva para mostrar o seu descontentamento em relação a certas coisas. Também pode significar que o seu cão está tentando sinalizar seu desconforto ou nervosismo em relação a uma pessoa ou outro animal.

Letargia: Quando seu cão está estressado, pode dormir mais  apenas para evitar a ansiedade. Ele pode se recusar a entrar em qualquer tipo de atividade física como brincar, ir para caminhadas, etc.. Ele pode se recusar a se mover dentro da casa e pode limitar-se a um canto da casa ou sua grade. Em casos extremos, pode também recusar-se a comer ou beber.

Outros sintomas incluem sudorese das patas, sobrancelhas franzidas e os olhos vidrados, problemas de postura corporal caídas, diarreia pele, persistente e casaco e perda de peso considerável.

O que pode ser feito

  • Passe algum tempo com o seu cão. A falta de contato humano e contato com outros cães pode causar estresse em cães.
  • Proteja seu cão de situações que podem gerar medo ou estresse. Certifique-se de que seu animal de estimação é bem tratado por todos os membros da família. Não deixe que outros cães intimidem seu animal de estimação.
  • É essencial para aderir à rotina estabelecida. Mas se houver, vai ser qualquer mudança em suas rotinas, e você acha que você não seria capaz de passar para o tempo, tanto com o seu animal de estimação, que seria melhor para preparar o seu cão.
  • Dessensibilização e contra-condicionamento como programa são necessários para o tratamento da ansiedade de separação em caninos. Deixe o seu cão sozinho por períodos mais curtos. Aumente o tempo de forma gradual.
  • Goodbyes emocionais devem ser evitados. Só uma tapinha rápida seria suficiente. Mantenha mastigar brinquedos de modo a proporcionar o seu animal de estimação com uma forma de aliviar a tensão.
  • Se é possível, peça a alguém para ficar em casa em sua ausência. Certifique-se que seu cão não é abertamente dependente de você.
  • Siga todos os passos necessários, enquanto a introdução de um novo cachorro para a cachorro velho.

Um cão sob estresse vai precisar de uma série de cuidados e amor. Como os donos de cães são responsáveis, você deve prestar atenção para fora para os sintomas acima referidos e tomar as medidas adequadas para prevenir o estresse em seu cão. Se estes sintomas persistirem, o melhor seria consultar um veterinário.

Aviso: A informação fornecida neste artigo é apenas para educar o leitor. Ele não se destina a ser um substituto para o aconselhamento de um veterinário qualificado.




Related posts

Leave a Comment