Parasitas intestinais em cães

Parasitas intestinais estão entre os problemas de saúde mais comuns em cães e gatos. Saber sobre os parasitas intestinais comuns que afetam caninos do artigo seguinte.

Doença causada por parasitas intestinais em cães, exige atenção médica imediata, pois não é uma doença leve, que é normalmente encontrada em animais de estimação. A doença tem sido conhecida por causar tumulto grave na saúde dos cães e também resultava  mortes de cães dos filhotes e até mesmo adultos. Estes parasitas (vermes), se não tratados precocemente, podem causar outras infecções em seu animal de estimação devido a bactérias.

Há certos parasitas intestinais em cães, que infectam os seres humanos também. Estes parasitas colocam crianças pequenas em maior risco do que os adultos. Eles são facilmente transmissível, por isso, se há outros animais de estimação em casa, eles também necessitam de tratamento junto com o cão diagnosticado. Parasitas comuns encontrados em cães são as lombrigas, tênias, whipworms, vermes, coccidiose e giardíase.

Os sintomas
O primeiro sintoma de que você pode perceber é coceira intensa, o que normalmente faz com que os cães  mordidos perdem sua retaguarda  repetidamente. Esta coceira é devido a vermes-fêmeas, ovos e larvas que são expelidos para fora do ânus. Isso causa desconforto agudo em animais de estimação. Estes parasitas intestinais alimentam dos nutrientes que os cães ingerem. Assim, quando os cães são infestadas por esses parasitas, eles drasticamente perdem peso e no devido tempo desenvolvem um estômago inchado. Esta aparência de cães pode ser confundida como um sinal de ser gordo e saudável. No entanto, uma observação mais atenta revela suas costelas e ossos do quadril recebendo saliências. A razão para o inchaço do ventre é devido ao gás causado por esses vermes do cão. Outro sintoma importante da doença é por vermes grandes ou pequenos que podem ser observados nas fezes de cães. Sangue nas fezes é associada com sintomas graves de infestação intestinal em cães. Diarréia, vômitos, mau crescimento do cabelo, apatia e anorexia (uma doença prolongada de comer devido à perda de apetite) são outros sintomas que os cães podem sofrer.

Prevenção e Tratamento
Para acompanhar se o seu cão estiver infectado por quaisquer parasitas intestinais fazendo exame de fezes a cada 6-12 meses é uma obrigação. Escolha as áreas para o seu animal de estimação para o exercício,  que não são normalmente freqüentadas por outros animais. Impeda que seu cão entre em contato com roedores como ratos, ratazanas, coelhos, etc. para evitar a infestação de pulgas. Filhotes recém-nascidos são mais vulneráveis ​​a ser infectados por parasitas intestinais. Por isso, é importante para animais do sexo feminino para ser vermifugadas antes de produzir e mesmo após o parto. Isto reduz o risco de infecção em cachorros. Há vermífugos específicos disponíveis para os tipos de parasitas (vermes) que infestam os animais de estimação. Isso geralmente é determinado pelo exame microscópico de fezes. É aconselhável consultar um veterinário sobre medicamentos para a desparasitação, como nem todos os vermífugos podem ser eficazes.

Tipos comuns de vermes em cães

Lombrigas
Lombrigas são os tipos mais comuns de parasitas internos em cães e gatos, especialmente nos cachorros e gatinhos. Eles podem aparecer em fezes ou vômito de animais de estimação. Para evitar nova infestação, as fezes devem ser eliminadas durante a semana seguinte. Os vermes podem reaparecer nas fezes após alguns dias de tratamento.

Ancilostomídeos
Ancilostomídeos são também uns dos parasitas comuns em cães. Esses vermes são sugadores de sangue e são conhecidos por causar graves condições anêmicas principalmente em cães jovens ou fracos e gatos. Estes vermes podem ser notados nas fezes antes e após a administração de vermífugos.

Whipworms
Whipworms não são contagiosos a partir do leite da mãe para a prole, nem podem ser transmitidos aos seres humanos. Ingestão dos ovos de tricurídeos  é o que faz com que a infestação. Saneamento adequado é necessário para se livrar de whipworms. Esses vermes são, por vezes, difícil de ser diagnosticados.

Tapeworms
A ingestão acidental de pulgas é geralmente responsável por vermes em animais de estimação. Vermes em cães podem ser notados como pequenos segmentos que podem se parecer com grãos de arroz perto da área do reto ou nas fezes. Evite a exposição às pulgas que ajudará na prevenção contra vermes.

Coccidiose
Coccidiose são protozoários pequenos que causam infecção em filhotes, principalmente devido a condições insalubres. Animais com poder imunológico baixo são mais suscetíveis a esses tipos de parasitas intestinais. Com a idade os filhotes, eles tendem a desenvolver imunidade natural contra coccidiose e sofrem sem efeitos nocivos quando se tornam adultos.

Giardíase
A giardíase é causada devido a giárdia que é um parasita duma célula chamada de protozoários. Eles normalmente infectam o intestino delgado dos animais. Os seres humanos também podem ser infectados por giardíase por beber água contaminada. Giardíase em cães , normalmente, não apresenta sintomas ou sinais de doenças de cães, e é difícil de diagnosticar.

Mantendo preparação apropriada e condições de higiene ajuda na prevenção de doenças causadas por parasitas intestinais acima referidos. Cuidado e atenção adequados também são necessários para manter seu animal de estimação em boa forma. Possuir cães ou quaisquer outros tipos de animais de estimação é um trabalho responsável, e dando-lhes a quantidade de cuidado e amor que eles necessitam, torna o trabalho agradável também.




Related posts

One thought on “Parasitas intestinais em cães

  1. Nathan

    Excelente informações! Vejam também estas informações complementares: http://www.peritoanimal.com.br/parasitas-intestinais-em-caes-sintomas-e-tipos-20903.html

Leave a Comment