Gastroenterite em cães

Gastroenterite é uma doença em que as mucosas intestinal do cão e do estômago são inflamadas. Este é um distúrbio digestivo em que os intestinos não funcionam corretamente. Esta condição é observada em cães de todos os grupos etários. Cada raça do cão é suscetível a gastroenterite.

Os sintomas

Vômitos persistentes, desidratação e diarreia são os sintomas comuns da gastroenterite. Embora vómitos ocasionais sejam comuns em cães, vómitos intensos ou frequente não é  certamente normal e pode ser o aparecimento de gastroenterite. No caso de vômito do cachorro ou as fezes contém sangue, então isso está apontando para gastroenterite hemorrágica. Esta é uma indicação de que o cão está com hemorragia interna e tratamento veterinário imediato é uma obrigação. Outros sintomas que ajudam a reconhecer gastroenterite em cães são como se segue:

  • Letargia
  • Falta de apetite
  • Resmungando ruídos no estômago
  • Depressão e apatia (falta de energia ou entusiasmo)
  • Às vezes, a bile é notada no vômito

Causas

Dieta inadequada e infecções são em grande parte responsáveis ​​por causar gastroenterite canina. Comer comida estragada ou ingestão de objetos estranhos muitas vezes provoca vômitos e diarréia aguda em cães. Infecções bacterianas, virais ou fúngicas podem também conduzir a gastroenterite. Certos medicamentos como os corticosteróides e as drogas anti-cancro podem causar inflamação no revestimento do trato gastrointestinal. Distúrbios abdominais como distúrbios de pancreatite e peritonite  metabólicas, tais como doença renal ou hepática podem causar gastroenterite. O trato gastrointestinal fica infectado com parasitas ou bactérias tais como E. coli, pode também conduzir a gastroenterite em cães.

Diagnóstico

Os testes de diagnóstico são necessários somente quando o cão está com diarréia severa e vômito. Em muitos casos, os sintomas de gastroenterite são de curta duração e não requerem quaisquer testes de diagnóstico elaborados. No entanto, se os sintomas continuam por 2-3 dias ou o cão experimenta diarreia ou vómitos que contém sangue, em seguida, os seguintes testes de diagnóstico são realizados.

  • Hemograma completo (CBC)
  • Exame de fezes
  • Exame de urina de rotina
  • Raios-X ou ultra-som do abdômen
  • Profiling bioquímica sanguínea.

Muitas vezes, a amostra de sangue do cão é analisada para avaliar contagem de glóbulos vermelhos (eritrócitos no sangue). No caso de os resultados mostram contagem sanguínea elevada, então há uma alta probabilidade de que seu animal de estimação é afetado com gastroenterite. Por outro lado, um perfil bioquímico descobre a quantidade de enzimas e de electrólitos presentes no sangue. Este é um teste de sangue que determina o impacto da gastroenterite sobre a saúde do seu cão através da avaliação da funcionalidade dos diferentes órgãos. O teste também pode ajudar a avaliar a causa da gastroenterite.

Tratamento

Como referido acima, gastroenterite canina é tipicamente marcada por episódios freqüentes de vômitos. Na verdade, o cão vomita cada tempo após o consumo de alimentos. Num tal cenário, o cão deve ser mantido afastado de alimento sólido para um dia ou dois, dependendo da gravidade da gastroenterite. Durante este período, a medicação é dada por via intravenosa de eletrólitos para evitar a desidratação que pode ocorrer devido a diarréia e vômitos. Cães que sofrem de gastroenterite grave ou hemorrágica, que dura mais de 24 horas, exigem atenção veterinária imediata. Administração de fluidos por via intravenosa é recomendada para repor os líquidos perdidos. Uma vez que a condição se estabiliza, uma dieta leve pode ser introduzida. Quando o cão deixa de vômito, a dieta normal pode ser reiniciada. Se gastroenterite ocorreu devido a uma infecção bacteriana, o uso de antibióticos é o esteio do tratamento. Antieméticos como Thorazine e Reglan que são formulados para parar o vômito em cães também podem ser recomendados  por seu veterinário. Medicamentos orais não deve ser administrados sem consultar um veterinário como dosagem errada pode irritar a mucosa intestinal já inchada.

Manter uma dieta adequada é uma das melhores medidas preventivas para evitar a gastroenterite canina. Evitar a exposição do seu cão para latas de lixo e lixo. Como proprietário de um cão, é preciso monitorar os hábitos alimentares do seu animal de estimação. Verifique se o seu animal de estimação não come alimentos estragados ou porcaria. A garantia de que seu animal de estimação recebe comida de cachorro de alta qualidade pode percorrer um longo caminho na prevenção de gastroenterite. Ambiente do cão também deve ser mantido limpo para reduzir as chances de infecção. Estas medidas preventivas podem manter o seu cão saudável e bem para todos os anos.