Como Treinar um cão de guarda

Como treinar um cão de guarda? Agora, isso é algo que deve ser deixado para um instrutor profissional do cão! No entanto, a formação de um cão de guarda em seu próprio requer alguns passos importantes a serem seguidos ...

Treinar um cão de guarda envolve várias técnicas, juntamente com algumas informações vitais sobre o comportamento do cão. A formação, quando administrada numa fase anterior, revela-se mais eficaz e ideal. Isto é devido ao fato de que o treinamento do cão pode ficar prejudicado devido a outras habilidades que o cão poderia ter aprendido mais cedo. Por exemplo, se o cão nunca foi ensinado a pular sobre as pessoas, ele pode ser hesitante em fazê-lo enquanto ser treinado. Como mencionado anteriormente, a formação de um cão de guarda é melhor deixar para treinadores profissionais do cão, como essas pessoas estão cientes das técnicas de ensino de cães de companhia para funcionar como cães de guarda. No entanto, os donos de cães podem treinar seus cães para ter perícias habilidades tais como a caça, obediência e outros tipos de esportes de cães.

Treinar um cão de guarda em casa

# Obediência do cão básica é a primeira fase de treinamento de um cão de guarda. Ao contrário de um cão de companhia, um cão de guarda deve obedecer a cada comando de seu mestre, e que também com efeito imediato. Utilizando sinais de mão, ensine os comandos verbais, tais como para cão vir, sentar-se, para baixo, ficar e calcanhar. Assegure-se que o cão responde a todos os comandos de forma adequada. Enquanto treinar o cão a ser obediente, o animal também deve estar ciente de não aceitar comandos de alguém que não seja o proprietário ou condutor. Este é um fator crítico na formação como o motivo é espancado se um intruso é capaz de controlar o cão usando os mesmos comandos verbais. Basicamente, o cão tem que identificar entre os comandos dados por seu proprietário e por qualquer estranho. Um cão de guarda também deve ser ensinado a não aceitar qualquer trata de estranhos, pois eles podem ser potencialmente perigosos.

# Latindo para estranhos ou intrusos é o próximo passo crucial. Ensine seu cachorro a latir quando alguém se aproxima da casa e dá comandos para parar, indicando  a pessoa é um amigo. Por outro lado, quando um estranho se aproxima, permita  que o cão continue latindo até que peça para ele para parar. Uma forma de esta técnica pode ser realizada por treinar o cão para ir a um membro da família quando algo inusitado acontece. Isto pode ser feito por deixar o cão a latir e chamando-o para ser recompensado com um tratamento ou mastigar brinquedo. A idéia por trás disso é o desenvolvimento de um reflexo, de modo que, com a visão de um evento incomum, o cachorro late e seja alerto de membros da família.

# Ensinar o cão a ficar indiferente a outros animais é também um passo importante a ser ensinado durante o treinamento. Isso incluiria não ser agressivo com outros cães ou gatos, e não buscar uma cadela no cio. O cão deve também ser feito familiar para os limites da propriedade do proprietário. Isto é feito de modo a impedir que o animal de ir para além da linha da propriedade, em caso de eventos, tais como, perseguindo um intruso ou um assaltante.

# Um cão de guarda também é treinado para lançar um ataque contra um intruso, como uma ação imediata para o comando do proprietário ou quando o cão percebe uma ameaça potencial. Esse fato é a razão de não deixar um cão de guarda com os visitantes. É óbvio que os visitantes podem levar o animal como um animal de estimação normal e o cão pode prejudicá-los pela má interpretação de suas ações ou gestos como uma ameaça. Treinar um cão de guarda para proteger o proprietário, também inclui métodos que ensinam o cão a ser insensível ou indiferente a ruídos altos ou gestos avassaladores. Isto é feito para prevenir situações onde o intruso pode utilizar acções semelhantes para parar o cão de ataque.

# Um cão de guarda não só deve estar familiarizado com o treinador, mas também a outros membros da família, incluindo outros animais de estimação. É por isso que é necessário que os adultos e crianças na família devam interagir com seu cão, dando-lhe atenção regular e cuidado. Isso ajuda o cão a conhecer os membros bem, e não a percebê-los como qualquer tipo de ameaça. Se houver outros animais de estimação na família, então treine o cão para socializar com elas, de modo que o cão entenda que eles são também uma parte da família.

Algumas Raças Populares de Cães de Guarda

  • Akita Inu
  • American Bulldog
  • American Pit Bull Terrier
  • Bullmastiff
  • Doberman Pinscher
  • Pastor Alemão
  • Schnauzer gigante
  • Komondor
  • Kunming cão Lobo
  • Rhodesian Ridgeback
  • Rottweiler
  • Staffordshire Terrier
  • Mastiff tibetano

Uma coisa importante a se ter em mente é que um cão de guarda não deve ser considerado diferente de um cão de estimação normal. Um cão de guarda também requer o mesmo tipo de atenção e amor dos membros da família. Possuindo e treinando um cão de guarda é mais do que apenas uma responsabilidade. Isto porque, você tem um compromisso extra não somente para fazer o cão vigilante e protetor, mas também um membro da família amorosa.




Related posts

Leave a Comment