Cão – sintomas da doença de fígado

Sintomas de cães com doença hepática são muitas vezes sutis durante as fases iniciais e tendem a ser um pouco variável em cães diferentes. Alguns dos sintomas comuns de doença hepática cão são discutidos no seguinte artigo pet care saúde. Leia, para saber mais sobre os sintomas da doença hepática canina e tratamentos.

Uma das principais causas de morte em cães é doenças hepáticas canina. O fígado é um órgão vital que executa um número de funções essenciais. A principal função do fígado é a desintoxicação do sangue, a remoção de produtos residuais a partir do sistema e segregando bílis para ajudar a digestão. Fígado também ajuda a realizar vários processos bioquímicos, também ajuda a combater as doenças do sistema imune. Como você pode ver, as doenças do fígado tendem a paralisar a maioria das funções do corpo, como o órgão não é mais capaz de executar a sua capacidade máxima. É importante para detectar sintomas de cães com doença hepática tão cedo quanto possível. Isto porque o tratamento precoce irá garantir o fígado de ter  uma chance de superar qualquer doença e desempenhar as suas funções também.

Causas de doença hepática do cão

Existem várias causas que levam à doença do fígado em cães. Algumas das causas mais comuns de doença hepática nos cães incluem:

  • Infecção por bactérias, agentes virais ou parasitárias, como hepatite, leptospirose e vermes.
  • Hepatopatia tóxica em cães, devido a danos no fígado por exposição a drogas, produtos químicos, toxinas como corticóides, aspirina ou envenenamento.
  • O câncer de fígado
  • Congênitas ou adquiridas   doenças do fígado
  • Trauma devido a um severo golpe contundente para o abdômen, como durante um acidente de carro
  • Pancreatite com inflamação do pâncreas causando a se espalhar para o fígado
  • Anemia hemolítica que causa diminuição na oferta de oxigênio para as células do fígado
  • A cirrose hepática devido à doença de armazenamento de cobre, hepatite crônica, anti-apreensão de medicamentos, etc

Sintomas de doença hepática de Dog

Doença hepática canina é um dos assassinos mais top de cães, porque continua a ser detectada  nos estágios iniciais. Fígado tem a capacidade de regenerar e, portanto, os sintomas que aparecem são muito subtis. Assim, somente os cães que são levados a um veterinário regularmente, são diagnosticados com doenças hepáticas em seus estágios iniciais. Até o momento os sintomas da doença canina do fígado são mais proeminentes,e a doença já se instalou, e a função do fígado diminuiu. Alguns dos sintomas da doença do fígado de cão são os seguintes:

Os sintomas gastrointestinais
A primeira indicação de doença do fígado em cães é a perda de apetite. Isto é  a anorexia. O cão começa a comer menos do que aquilo que normalmente fazia. Junto com a perda de apetite, o cão apresenta sinais de distúrbios gastrointestinais, como vômitos, diarréia, prisão de ventre  até mesmo às vezes. Isso ocorre devido ao metabolismo inadequado de carboidratos, proteínas e gordura devido ao mau funcionamento do fígado. A perda de peso contribui para as desgraças do cão. Como o cão sofre de mau funcionamento metabólico por outro lado  ele sofre de anemia. Assim, torna-se muito fraco e torna-se inativo e letárgico.

Alterações neurológicas
Os níveis elevados de toxinas que circulam no corpo faz com que um certo número de doenças neurológicas, bem como alterações de comportamento do cão. Como o fígado é incapaz de filtrá-las fora da corrente sanguínea, que faz com que elas se acumulam no cérebro. Isto leva a encefalopatia hepática. Assim, levando a uma série de mudanças comportamentais, como agressividade, desorientação, agitação, circulação, cabeça estupor, pressionando, convulsões, salivação excessiva, cambaleando, ataxia, embotamento mental, perambulando sem rumo e  coma casos graves.

Icterícia
Quando a secreção de bile da vesícula biliar está obstruída isso  leva ao acúmulo de bilirrubina no sangue tóxica. Isto leva a icterícia em cães também referida como ‘icterícia’. Isto faz com que os brancos dos olhos dos cães, bem como as membranas mucosas da língua e gengivas, a amarelecerem. O cão começa a passar uma urina amarelo-laranja brilhante de cor devido a bilirrubinúria.

Cor das fezes
A cor das fezes passou pelas alterações do cão a cinzento-pálida das  fezes coloridas. A bílis segregada contém electrólitos, ácidos biliares, colesterol, bilirrubina, bem como as globulinas. É muito importante para a remoção dos medicamentos, a absorção da gordura a partir do intestino para a corrente sanguínea, bem como a recirculação das células vermelhas do sangue. A bilirrubina é uma substância tóxica que é desintoxicada no fígado e excretada. Mas, quando o fígado não consegue desintoxicar e excretar a bilirrubina do sistema, isso resulta em que o cão passa fezes pálidas de cinza. Assim, o que indica obstrução completa das vias biliares, devido a doença hepática.

Distúrbios hemorrágicos
Doença hepática provoca problemas de coagulação no animal. Esta condição é chamada de coagulopatia. Quando um cão sofre de uma doença do fígado, isso afecta o seu estômago e duodeno. Assim, o cão sofre de hemorragia gastrointestinal e do sangue nas fezes com manchas . Algumas vezes, o sangue é visto na urina do cão, bem como nos vómitos.

Distúrbios da pele
As toxinas acumuladas no corpo também afectam a pele dos cães a uma grande extensão. Quando se observam doenças de pele chamadas de  síndrome hepatocutaneous em cães, isso indica uma doença hepática avançada. O cão desenvolve feridas ulceradas, crostosas nas footpads. Ele sofre de dor no pé e terá problemas para caminhar ou levantar-se. Os pés tornam-se pruriginosos e observa-se eritema (vermelhidão) entre os dedos. Pode-se até mesmo observar feridas e lesões nas abas de orelha,na mucosa oral,nos olhos e cotovelos.

Outros sintomas
Além dos sintomas acima pode-se observar ainda:

  • Barriga inchada (ascite)
  • Sede excessiva
  • Urinação excessiva
  • Aumento do fígado
  • Mau hálito

O tratamento para a doença hepática do cão

Uma vez que o veterinário suspeita doenças do fígado, ele vai realizar uma série de testes. Estes teste incluem o teste de sangue, a resposta do ácido biliar, raios-X e ultra-sonografia. Os resultados mostram o tipo e gravidade da doença do fígado em cães. O cão e tratamento da doença do fígado depende da causa da doença. Em caso de infecção bacteriana, o cão vão ser dados antibióticos. Se os medicamentos ou suplementos levam a danos no fígado, eles serão alterados. O cão pode ser dado como antifibrótico, a colchicina para tratar a cirrose hepática. Anti-inflamatórios podem ser prescritos em caso de inflamação do fígado e drogas imunossupressoras, como a azatioprina também pode ser dado. Cães com câncer podem ser administrados com  medicamentos quimioterápicos que combatem o câncer.

Além de medicamentos, o médico também vai sugerir uma mudança na dieta do cão. A quantidade de vitaminas, carboidratos, gorduras, minerais ou proteínas dadas ao cão vai ser ajustada. Ervas naturais, como o cardo de leite e de bardana ajudam a proteger o fígado de substâncias tóxicas, e ajudam a rejuvenescer. Doença hepática canina pode também estar associada com outras doenças como a diabetes, problemas cardíacos ou cancerosas. Assim, estes problemas também podem ter que ser tratadas, enquanto se faz o tratamento de doença do fígado de cão.

Sintomas de cães com doença hepática geralmente começam com perda de apetite e perda de peso. Logo, você pode observar o cão bebendo mais água do que o habitual e urina, assim como muitas vezes. A urina é geralmente de laranja ou de cor escura. Diarréia e vômito são recorrentes e de forma intermitente e a cor das fezes passando é muitas vezes tem a  cor da cinza. A icterícia é um sinal clássico de doença hepática canina. Um deve sempre estar alerto em relação a estes sintomas. Um pouco de conhecimento vai ajudá-lo a salvar a vida do seu cão. Certifique-se de levar o seu cão para check-ups regulares de saúde. Isso irá garantir alguma condição de saúde que vai ser detectada  antes que se transforme em uma complicação.




Related posts

36 thoughts on “Cão – sintomas da doença de fígado

  1. keren

    Meu cachorro sansao pastor alemão 11anos esta com sintomas assim. Ja o levamos ao vet e o exame de sangue dele deu uma alteração muito grande no figado. O valor máximo seria 80 e o dele 1175 que deu. Fez um tratamento mas é tudo muito caro e ficamos sem condições de manter. Ele ainda esta vivo mas nao sei por quanto tempo. Ta tomando remédio controlado por causa das convulsões e a maior parte do tempo ele esta sob efeito de remédio. É muito triste e se sentir incapaz de não poder fazer muito por ele. Ele ta magro,com p ficado inchado que a gente percebe a diferença de tamanho no corpo dele. Ta com anemia,ictericia. Os olhos com secreção de um lado em maior quantidade. Lado que uma vez a vet disse que tinha catarata. Ta bem fraquinho. Quando a chega a noite parece que fica mais fraco ainda e ta começando a apresentar dificuldade para se levantar mas esta andando normal. Ele ate que tenta ne mas acho que a doença dele é mais forte. Minha esperança é Deus ou entao que ele tenha uma morte tranquila. Me doi muito vê-lo assim e passar por isso junto com ele. Infelizmente os veterinários nao facilitam muito as formas de pagamento e ai fica tudo mais complicado pq nessa crise ta difícil ter dinheiro sobrando pra pagar tdo a vista.

    1. Mariane

      Oi meu cachorro faleceu dia 07 desse mês com problema do fígado fiz o tratamento dele na clínica SOS PELUDOS na av imirim lá os preços são bem baixos e tratam os nossos filhotes com muito amor,infelizmente oeu tobynho não aguentou estava sofrendo muito.

      1. Helen

        A minha maltês faleceu também, mas ainda estou aguardando o resultado da autópsia para saber o que real
        Ente a matou, pois a Veterinaria entupiu minha cachorrinha de remédio é ex e ultra-som que é bom nada. Estagiárias que não sabem de nada

    2. Tatiane

      O tratamento é muito caro?? geralmente pra doença no fígado nao costuma ser. caro mesmo são rins..ou viroses como cinomose ou parvovirose. Vc toma vergonha na cara Keren, e economize nas unhas, salao e saídas todo final de semana e vai tratar seu cachorro. è um absurdo ter gente q diz q “é tudo caro e nao teve como continuar”. Fala isso pq é um cachorro. Mas o gasto com futilidade certeza q vc mantém. Largue de ser hipócrita e vai tratar ele.

    3. Sueli Alonso

      Keren, querida!
      Se fosse amasse realmente seu cachorro não o deixaria sofrer sem ao menos tentar com remedios naturias.
      Nem se quer se dá ao trabalho de tratar a anemia em casa mesmo?
      Nâo acredito em tudo que lí do seu mediucre historico.
      Saiba qua a vida vai lhe devolver cada momento de abandondo que esta praticando com este cachorro e todos a sua volta ” sofreram” sem fazer nada pra te ajudar.
      Assim como esta fazendo com o Sansão!!
      Vou pedir a Deus que vc tenha tanta ajuda e amor como ele esta tendo no momento de sofrimento e dor!!!
      Vai trabalhar pra cuidar dele…se ofereça como voluntaria/pagamento do tratamento na tal clinica, vai fazer faxina e pague.
      Humanos assim me dão nojo e vc me dá nojo.
      Sua lesada…preguiçosa.
      Apósto que depende de alguém é uma hipocondriaca de carteirinha.
      Como disse a TATIANE; Toma vergonha nesta cara e faça algo

      1. Liz

        Ignora essa gente jogando ódio contra vc, elas não sabem o que é não ter dinheiro. Como disse a Thalita, procure clínicas de preços populares, porque como sabemos, nem todo mundo nasce em berço de ouro pra ter dinheiro assim.

      2. ADRIANO

        MEU DEUS QUANTO ODIO NESSE CORAÇÃO SUELI…VC SIM DEVE SER DESPREZIVEL…JULGA SEM SABER !

    4. Miriam

      Karen….como esta seu cachorrinho????, sinto muito pelas tuas condições, espero que ele somente nao esteja sofrendo, perdi o meu quarta feira passa, devido a um tumor do figado, tivemos que optar pela eutanásia, pois ele iria sofrer muito se nao tivesse o tratamento com soro…ficou quatro dias internado……..sem alternativa nehuma de um tratamento tranquilo……tipo cirurgia, remedios,,,,,,,estou sofrendo muito porisso, mas demos o melhor para ele….nao sofrer.

    5. Lori

      Isto mesmo os veterinários não facilitam , as vezes penso que eles trabalham so por dinheiro ,, não tem amor os animais.

      1. Chris

        Infelizmente Lori, aluguel, água, luz, especialização, pós-graduação, entre tantas outras coisas, não são pagas com amor.
        Veterinária é uma profissão. 😉

        1. sonia

          Realmente profissão que trabalha com vidas ,exige do profissional amor sim o dinheiro e consequência do trabalho feito com dedicação e amor cabe a nos prestar atenção no profissional que nos atende infelizmente temos muitos profissionais que se formaram na área talvez por ter um custo menor na formação não por gostar do sue faz vamos nos atentar aos maus profissionais já fui vitima d um deles e não foi facil

    6. Lucia A.C.Pedroso

      Oi Keren olha se vc mora em São Paulo vc pode levar seu cachorro, no hospital veterinário público é absolutamente tudo gratuito lá, raio X , ultra som, cirurgias,medicação, tudo leve R. G e comprovante de residência e chegue cedo, rua platina 572 tatuape. Sp.

  2. Thalita

    Keren, procure os veterinários a preços populares que ajudam animais carentes, as ongs. Talvez possam te ajudar! Não o deixe morrer por mais que seja difícil financeiramente para você. Converse com o veterinário sobre o pagamento.

  3. Veronica

    O meu rottweiler está com esta doença eu to tentando recuperar ele mais não é fácil pois a comida é tudo sobre uma dieta ficar mais cara do que os remédio mais eu faço o que for para ver ele bem não importa o preço pois agente pode fiviem duas três ou mais vez mais tenho amor por ele e os outros que tenho adoro cachorro tenho três são os meus filhos junto com minha duas filhas que siuma eles .

  4. Graziela Silva dos Santos

    Tenho uma poodle de 2 aninhos. Ela toma Fenobarbital porque ela teve convulsões e ficou epilética. A 8 meses ela toma esse remédio. Ontem a noite ela estava tristinha e não quis comer. Fui acariciar a barriguinha dela e encontrei uma mancha roxa como se fosse um hematoma. Fui abrindo seus pelos e encontrei vários outros lugares roxos. Manchas como se fossem sangue coagulado. Não sei oque é. Ela está brincando. Bebendo água. Hoje comeu normalmente, reinou a defecou normalmente. Mais as manchas ainda estão no corpo dela. Em alguns lugar e hematomas grandes em alguns só pintinhas roxas. Oque será?
    Vou ter que esperar eu receber pra poder leva-la no Vet. Mais até o pagamento não sei oque faço.

    1. Sonia

      As agente que fazer tudo pelo animal mais nao temos condições

  5. ciany

    Realmente tudo pra cachorro e muito caro. Mas tenho certeza que darei prosseguimento ao tratamento do meu DuDu.

  6. Rosana

    A minha cachorrinha toma gardenal a 5 anos, faço controle da função hepatica a cada 3 meses, ela esta com o figado dilatado, ja teve hepatite, agora toma 3 medicaçoes pro figado, e ração hepatica, realmente se gasta mto, mas temos que tentar manter esse anjinhos perto de nós, nos dando alegria, nunca vou medir esforço pra cuidar dela, nao compro nada pra mim pra nao faltar os remedios dela. Sorte a tds, que Deus abençoe tds nós e nos ajude nessa luta com nossos anjinhos!

  7. Carlos Duarte

    Nossa Dasha está internada desde domingo (18/06). Chegamos em casa e a encontramos deitada tentando se levantar pra nos receber. Vai fazer 16 anos em outubro mas é muito esperta e paparicada. Fizemos alguns exames e o que acusou de mais grave foi o estado da vesícula, que foi retirada ontem.
    Mesmo ladrando e, por vezes, se debatendo não consegue se levantar..
    Como se tivesse algo neurologico. Não sabemos mais que exploração ouvir.

  8. bruna

    meu cachorro esta com os mesmos sintomas

  9. Andreia Paiva

    Meu cachorro está com esse quadro. Começou não querendo comer, bebendo muito líquido e fazendo xixi até dentro de casa coisa que ele não faz ois aprendeu a fazer apenas na rua. Levamos ao vet que ao fazer a consulta descobriu a alteração no figado. Logo me desesperei pois a 3 anos perdi uma cadela de 10 anos de idade com um cancer muito severo na regiao intestinal. Porém como corremos após a alteração dele ao constatar nos exames. deu uma alteração no figado dele e realmente o tratamento é bem caro, tudo ficou em 600 reais contando medicamentos, consultas e ultras. É complicado pois o estado dele mesmo quetinho e deitado no canto a médica nos disse q deu um alteração e era pra não nos preocupar com possiveis tumores futuros se seguirmos o tratamento prescrevido. Entendo a raiva de todos conforme a colega acima. Porém cada um sabe onde a dor e o calo aperta. Quero acreditar que se ela tivesse condições ela o faria. Realmente pra cuidar de qualquer bichinho temos que ter uma certa condição pois tudo no ramo Pet é bem caro.
    Espero que todos os animaizinhos aqui descritos possam melhorar e que Deus possa assim como o meu vai melhorar dar muitos e muitos anos de vida pra destruir chinelos e correr pelos cantos da casa.

    1. valeria august

      Thalita querida !!!! não existem ONGs que ajudam e sim se afastam , procure vc uma Ong e experimenta pra ver.
      Se esse cachorro esta na casa dela é porque alguém o levou pra casa , ele não foi sozinho. então precisa cuidar sim e cuidar como se fosse um ser humano ou até melhor .
      Por que os seres humanos não valem nada mesmo .

      1. simone

        Concordo plenamente com você.

    2. valeria august

      Caro ???? oras 600.00 !!!! eu gastei com meu Teddy já mais do que um carro zero e vc vem dizer que 600.00 é caro??
      oras um animal vale mais do que um ser Humano. tem cuidar e gastar sim até o ultimo pra salvar pois foi ou ainda é seu guardião amigo .
      Meu Teddy te 14 anos eu o adotei fazem 5 meses. eu faço tudo por ele , ele é um cão enorme de grande , ele não é cachorro pirralho que só late . Teddy querido da vovo farei tudo pra vc continuar a viver , talvez o amor que sinto por vc possa te curar.

  10. evita Carolina

    Tenho um cãozinho de 8 anos labrador que há um mês começou a apresentar sintomas como perda de apetite, fraqueza, apatia. Levei a veterinário e ela me disse que era problema no figado pois a barriga estava bastante alterada e solicitou ultrassom. Nessa ultra não foi percebido nenhum tumor mas o figado está 3x o tamanho normal. Começamos o tratamento com antibióticos e protetor hepático, legalon, pois ela achava ser de origem infecciosa já que o exame de sangue deu infecção. Já tem 8 dias do tratamento e hoje voltamos para o retorno pois percebemos a barriga maior é uma dificuldade em respirar. Foi feito outra ultrassom, e ela viu que havia líquido livre (ascite). Prescreveu diurético, e me disse que, por ele não estar respondendo aos antibióticos ela acredita ser um tumor no fígado…como se o figado todo já fosso tomado por um tumor. Não entendi bem Pq na imagem ela não vê tumor. Amanhã vou levar em outra clinica. Moro no interior da Bahia e aqui na tem hospital veterinário. Já fui em quase todas, amanhã e a última e sinceramente, peço muito a Deus que alguém me de um diagnóstico certo. Ou que pelo menos o trate para diminuir os desconfortos que ele tem tido. Tenho sofrido muito, pois ao ouvir a Dra dizer que não sabia mais o que fazer, me senti impotente diante daquele sofrimento. Que todos os caezinhos citados sejam abençoados por Deus e tenham recuperação. Boa noite.

    1. Daiane

      Minha cachorrinha também está nesta situação Evita, só não está com ascite mas está fraca anêmica toma gardenal por conta de convulsões e os exames mostram alteração no fígado porém não mostra tumor o Veterinário quer fazer uma citologia mas a equipe não autorizou pois ela está muito fraca ..não bebe agua de maneira nenhuma come muito pouco ..já não sei o que fazer ..e triste quando não podemos ajudar nossos bichinhos ..gastamos horrores e não consigo ajudar minha pequena

  11. janice

    Meu bb é um Cocker de 13 anos..estamos tratando,fazendo soro..fizemos todos os exames.A eco mostrou problema no fígado.Estamos tristes e não queremos vê lo sofrer.Queria que ele ficasse bom..

  12. Gabriel

    gente, estou chocado com o comentário de uma lunatica chamada suely merece um tiro na cara!

  13. Maria de Fátima

    Keren só lhe digo uma coisa quem ama cuida , da um jeito e cuida do seu cão ele não te escolheu e sim vc o escolheu eu tenho 3 dois que me adotaram e uma que ganhei e fora 1 casal de gatos que me adotaram também e eu fico louca quando estão doentes um dos meus cães esta todo amarelinho mesmo assim estou cuidando dele ta difícil tá mais não podemos deixar de cuidar deles pois não falam são que nem bebês a gente é que tem que ficar alerta a qualquer modificação neles , esta bem , fica com Deus

  14. Astolfo

    Puta merda, que texto mal escrito. Olha isso: “Doença hepática canina é um dos assassinos mais top de cães, porque continua a ser detectada nos estágios iniciais.”

    Sequer faz sentido.

    Gzuz

  15. Cleusa

    Espero que meu cão se cure desta terrível doença. Já ficou internado três dias e teve uma recaída. Está vomitando sangue. Estou desesperada. Vou levar novamente ao veterinário para internar . Dá uma dor.no coração…

  16. Sueli

    Minha maltesa de 13 anos apresentou um quadro de ictericia, fizemos uma ultrassonografia dos orgãos, exame de urina mas não foi constatado nenhum tumor ou metástases, ainda bem. Ela está com a pele e urina bem amarelada forte, não come, bebe muita água, da impressão de estar desorientada, com dificuldades para andar e parar em pé. Estamos dando toda a medicação dada pelo Vet., foi administrado soro. Está muito difícil sua recuperação, já fazem 15 dias nesta situação, agora que ela começou a apresentar alguma melhora, sua orelhinha começou a ficar rosada, toda a alimentação eu dou com um seringa, inclusive faço soro caseiro, e uma dica muito antiga que estou aplicando, faço banho de assento nela com chá de picão, uma erva fácil de ser encontrada nas ruas. Faço suco de frutas, bato a ração com soro, passo na peneira e dou na seringa,(sem agulha tá) kkk, tem ajudado muito ela a se alimentar. Levei ela em uma ONG em são Caetano do Sul, que está ajudando muito a sua recuperação. Espero daqui pra frente ter noticias boas.

    1. Fatima

      Meu Maltes tem 8 anos e tambem teve isso. O tratamento envolveu antibiotico, remedio para estomago e para o figado. Amoxilina, Label e Ursacol e Plasil. Ficou bom e agora 6 meses depois o quadro esta começando de novo.

  17. Alexandra Moreira

    Pessoal, eu como a primeira moça, também tenho cachorros que peguei da rua, mas melhor estarem comigo do que na rua, pois pelo menos comida, água e cobertas eles tem, e um abrigo para ninguém fazer o mal a eles… porém, dinheiro para veterinário não tenho, mas tratei meu cachorro com problema de fígado, dando alcachofra, comprei em casa de remédios naturais, um vidro de alcachofra em pó, abria 3 comprimidos, colocava o pó em um pouquinho de água e dava ao meu cachorro… ele melhorou. Cuidado com veterinários…

  18. vanda da Silva

    Tenho uma cadela que está muito doente não sei o que é, mas não tenho condições de leva-lá ao veterinário, ela está fraca , estou dando soro caseiro na seringa, estou tentando nas minhas condições, se alguém puder fazer algo por ela eu agradeço, sou de Manaus e por favor se alguém puder entre em contato 30270300

  19. João C M R Elias

    Boa tarde !

    Aqui faço uma reflexão a respeito de todos os relatos acima. Minha cadela Penélope, uma fêmea labrador de 13 anos faleceu no dia 05.12.2017. Não faltou atendimento, não faltou remédio, muito menos carinho e total paixão por parte de minha família. O diagnostico de tumor no basso e fígado foi dado, e imediatamente foi retirado o basso, mas 30 dias após novo tumor já era presente e visto por ultrassom. Não suportei ver a minha menina, companheira de todas as horas, deitada no chão vomitando, não conseguindo se levantar. Eu que era totalmente contrário a eutanásia naquele momento optei e consenti pois não suportava o sofrimento daquele momento e todas as dores futuras que a mesma passaria. Assim, o tempo é de darmos às mãos e entender que todos nós sofremos com a perda de nossos amigos de quatro patas. Chega de insultos e avaliações preconceituosas pois com dinheiro ou sem ele, estamos do mesmo modo sofrendo. Abraço fraternal, João Christiano Elias

Leave a Comment