Câncer de pulmão em cães

O câncer de pulmão é um importante problema de saúde em raças de cães, que se não for tratada a tempo pode levar a algumas complicações sérias. Normalmente, os cães com câncer de pulmão não pode mostrar qualquer sintoma clínico na fase inicial da doença, o que torna esta condição muito difícil de diagnosticar nos estágios iniciais.

O câncer de pulmão pode ser uma condição com muito risco de vida para os cães. Ele pode ser de dois tipos,- o cancro primário do pulmão e cancro do pulmão metastático. Câncer que se origina nos pulmões é conhecido como câncer de pulmão primário. No cancro primário do pulmão, os tumores cancerígenos desenvolvem-se no próprio pulmão, e eles são, em geral, carcinomas, nem hemangiossarcomas. Por outro lado, no cancro do pulmão metastático, os tumores cancerígenos desenvolvem-se em outro lugar no corpo e, em seguida, se espalham para o pulmão. Embora o câncer de pulmão primário é raro, é muito comum que o câncer em outras partes do corpo para se espalhar para o pulmão e causar câncer de pulmão metastático.

Causas de câncer de pulmão canino

Até agora, nenhuma causa exata tenha sido determinada. No entanto, acredita-se que, a exposição ao fumo, como o fumo do tabaco pode ser um factor importante, que pode levar ao desenvolvimento de tumores no pulmão. Além disso, tem sido observado que a incidência de cancro do pulmão é ligeiramente mais elevada para os cães que vivem num ambiente urbano. Até agora, nenhuma raça do cão foi encontrada para ter uma predisposição para desenvolver este câncer. Mas, ainda assim, encontra-se a ser mais prevalente em cães  que têm um nariz curto ou médio. Suspeita-se que, como o seu nariz não é longo, o fumo passivo pode facilmente entrar em seus pulmões para causar o desenvolvimento de tumores.

Os sintomas do câncer de pulmão canino

Na fase inicial da doença, o cão afetado pode não apresentar qualquer sinal ou sintoma clínico. No entanto, como a doença progride, os sintomas podem ser observados a seguir:

  • Tosse crônica com muco, geralmente não produtiva, mas às vezes com sangue
  • Dificuldade em respirar ou dispneia, provocada pela compressão da traqueia pelo tumor em fase de ampliação
  • Claudicação, quando o câncer se espalhou para os membros
  • Letargia e fadiga inexplicável
  • A perda de peso
  • Perda de apetite

Diagnóstico e Tratamento de Câncer de Pulmão canino

O diagnóstico na fase inicial é bastante difícil, uma vez que a doença pode ser assintomática na fase inicial. O teste, que geralmente é utilizado para o diagnóstico é  raio-X de tórax. Se o resultado de raios X mostra a presença de tumor nos pulmões, em seguida, a aspiração e biópsia são realizadas para saber se os tumores são malignos ou não.

A cirurgia é a opção mais comum. Mas, antes de realizar a cirurgia, mais uma série de testes e exames, como teste de hemograma, exame de urina, radiografia de tórax, etc. são feitos. Para o câncer de pulmão primário, o tumor canceroso é removido cirurgicamente. Se o tumor for muito grande, e não é possível remover completamente, os veterinários tentam remover tanto quanto  possível. Após a cirurgia, quimioterapia ou radioterapia podem ser recomendadas pelos veterinários. Se a cirurgia não é possível, especialmente quando a condição é detectada na fase posterior ou avançada, os veterinários têm de contar com a quimioterapia. A quimioterapia pode ajudar a retardar a progressão do câncer. Por outro lado, para o cancro metastático, as opções de tratamento principais são a quimioterapia e terapia de radiação. Enquanto isso, se o cão está com dor severa, então os veterinários podem sugerir medicamentos analgésicos.

Para prevenir o câncer de pulmão, certas medidas de precaução  como minimizar a exposição ao fumo, especialmente o fumo do tabaco podem ser de alguma ajuda. Ao mesmo tempo, para manter a saúde e vigor de seu cão, dá-lhe uma dieta saudável para estimular o sistema imunológico. Da mesma forma, atividades físicas regulares também podem ajudar a manter seu cão saudável e em forma. Ao mesmo tempo, os donos devem permanecer vigilantes contra a doença  através da monitoriamento cuidadoso dos sinais de câncer.




Related posts

14 thoughts on “Câncer de pulmão em cães

  1. Lidiane Santos

    discordo em hum ponto da publicação a raça boxer tem sim um fator elevado a ter cancer o meu teve ninguém aqui em casa fumava , e ele tinha uma vida saudável vivei 17 maravilhosos anos mas infelizmente teve neoplasia pulmonar e hipercalcemia so pude ter uma vida melhor a ele que infelizmente a cinco anos me deixou mas pelo tanto que vi ele sofrer em sua ultima semana , agradeço por ele ter ido .tenho saudades ate hoje.

  2. Ana Maria Casertano Senna

    O meu Boxer irá fazer 10 anos em agosto de 2018 , infelizmente está com tumores no pulmão.
    Começou com uma tosse em 2017, que passou com o medicamento dado pelo veterinário, mas voltou em 2018 com maior intensidade, quando foi feito o RX e acusou os tumores, estando o pulmão direito bem avançado e o esquerdo um pouco e não temos fumante em minha casa, porém fizemos 30 dias de quimioterapia com Ciclofosfamida e hoje infelizmente soube que não adiantou o pulmão esquerdo avançou os tumores, estamos tristes e sofrendo.
    Se alguém puder nos aconselhar no que podemos fazer agradeço.

    1. sandra romero

      O meu cachorrinho da raça chow-chow foi diagnosticado com câncer de pulmão no último dia de vida dele. Te aconselho a ficar com ele o maior tempo possível e todo seu amor. E ficar com ele ate o ultimo suspiro. Estou muito abalada com a morte dele. E hoje me arrependo de nao ter passeado mais com ele.

  3. Janaína

    Que triste não é…tbm perdi minha companheira de 17 anos com essa doença malditaaaaaaaa..fazem 4 dias… foi diagnosticado no último dia de vida dela…como o tumor estava já muito avançado não tinha o que se fazer..entao minha única opção foi a eutanásia mas eu não quis me despedir dela…já estava totalmente entregue…quiz guardar a imagem dela chegando em casa e todos os momentos bons….eu não ia aguentar vê-la partir….como tá doendo

  4. Ricardo de Almeida

    Meu companheiro de 11 anos foi diagnosticado com câncer no pulmão ontem. Ele estava bem a 10 dias atras mas comecei a perceber desanimo e cansaço muito grande nele, dificuldade em respirar e falta de apetite. Fizemos o RX e foi constatado cancer já em estado avançado. A médica disse que ele tem de 1 a 2 meses de vida. Estou arrasado, esse cão foi meu companheiro em todos os momentos de minha vida, essa é uma doença maldita que arranca de nossas vidas aqueles que mais amamos. Não sei o que farei sem meu grande amigo.

    1. Beth

      Força, amigo. O do nosso cocker também já estava em estado avançado. O tumor foi retirado, fazia quimio, nas teve complicações e ontem pela manhã ele se foi. Sentiu muita dor, sofreu demais, agora ele está descansando. O Roque será sempre inesquecível.

      1. Ricardo de Almeida

        Meu amigo se foi também, levou com ele um pedaço de mim. É uma dor e saudade que não tem fim. Esta agora morando em meu coração.

  5. Luci

    O meu companheiro Duk de 7 anos(pastor bernese), que nos deixou há 3 semanas, só soube hoje,após a análise de um pedaço de seu pulmão retirado após a sua morte que tinha metástase de carcinoma.
    Ficou doente e em 1 mês foi embora.
    Não me conformo… triste demais

  6. Beth

    Nosso anjo de 4 patas virou estrelinha. Foram quase 2 meses de muita luta, mas perdemos a batalha para essa doença maldita. Agora ele não vai nais sentir dor e nem sofrer mais. Nosso cocker Roque descansou. Guardarei todos os momentos que passei com ele.”Respeitar os animais é um dever de todos; amá-los ainda é um privilégio para poucos.”

  7. Ruben vieira

    Boa noite.
    Tenho um Pitbull com 13 anos , esta comigo há desde um mês de idade.
    Faz 2 semanas que foi diagnosticado cancro na próstata e no pulmão.
    Anda em medicamentos , mas está com uma respiração muito afogosa.
    É uma dor muito grande , tenho que tomar uma decisão, não o posso deixar sofrer mais , não posso ser engoista.
    Abraço a todos.

    1. Beth

      Que triste. Que ele não sofra, por que o nosso Roque sentiu muitas dores antes de partir… nenhum bichinho merece ter esse sofrimento.

  8. Isabel

    Bom dia
    Tenho uma pastor alemão de 9 anos a quem foi diagnosticado tumor pulmao inoperavelestamos de rastos. Nao quer comer e ja nao sei o que fazerVamos mante-la connosco o maximo tempo possivelBem hajam

  9. Silvana

    A minha Princesa de apenas 7 anos e nove meses se foi na sexta-feira (03/08/2018) por causa do câncer nos pulmões e no baço. Descobrimos há apenas duas semanas. Após a cirurgia da retirada do baço, na recuperação ela não conseguiu respirar sozinha. Aqui em casa ninguém nunca fumou. Que saudades da minha pequena. No caso dela quando começaram os sintomas foram muito rápidos. Mas pelo menos ela não sofreu tanto.

  10. Desely

    Minha Melzinha tem 13 anos , câncer de mama ,fiz cirurgias e quimioterapia ,mas está muito decaída e respirando muito rápido, é muito triste não poder ajudar eles , tanto fazemos mas está doença é avassaladora

Leave a Comment